-

Unpack do próximo Samsung Galaxy já tem data marcada

[KGVID]http://rptech.ciberia.com.br/wp-content/uploads/2020/02/s7tnvama.mp4[/KGVID]

Os novos smartphones Samsung Galaxy já têm data de apresentação e já se conhecem as suas principais características. Há três versões com especificações verdadeiramente impressionantes.

O unpack oficial já tem data marcada e esta aproxima-se: o mais recente Samsung Galaxy será anunciado a 11 de fevereiro. Já mencionado como possível S11, hoje temos mais informação acerca do que realmente constitui este telemóvel e sabemos quais os rumores que se confirmam.

Recentemente, a Samsung já lançou — na CES 2020 — quatro smartphones dentro da linha Galaxy: A51, A71, Note10 Lite e S10 Lite.

O próximo Samsung Galaxy terá três versões. Os mais recentes leaks acerca deste novo equipamento incluem as especificações de hardware e software com bastante detalhe, de tal forma que já pouco resta à imaginação do consumidor e a marca sul-coreana tem poucas hipóteses de manter o fator surpresa para o evento daqui a uns dias.

 

Design e display: o que já se sabe

Cada uma das versões terá um tamanho diferente, mas o que todas partilham é o Premium Hole Infinity Display — ecrãs full-screen com um furo para a câmara frontal no centro em cima —, com taxa de atualização de 120 Hz, que oferece interações mais suaves do que os 60Hz encontrados na linha S10. Significa isto que o movimento fica mais fluído e a usabilidade mais agradável.

O display é AMOLED em todos, mas as duas versões mais premium usufruem da resolução superior de 2K. Do maior para o mais pequeno, os novos smartphones terão 6.9, 6.7 e 6.2 polegadas.

Apesar de, para já, as indicações mais fiáveis indicarem que o smartphone será composto por vidro e metal (glass & metal), há a possibilidade de vermos o modelo mais premium com uma moldura em aço inoxidável, enquanto os outros manterão a habitual frame em alumínio.

Apesar de se ter falado que seria improvável existir um sensor de impressão digital nestes novos equipamentos, sendo substituído pela tecnologia de desbloqueio de reconhecimento facial, atualmente volta-se a falar no sensor de impressão digital como a opção mais provável.

 

Processador e memória

Os 3 modelos têm grandes semelhanças nas configurações internas. O processador será o mesmo, embora seja o Snapdragon 865 em alguns países e o Exynos 990 — chipset desenvolvido pela própria Samsung — noutros.

Também a memória RAM LPDDR5 é de 12 ou 16 GB, a qual se conjuga com 256 GB de armazenamento interno.

As semelhanças terminam aqui. No que se refere à autonomia da bateria há muitas diferenças entre os 3 equipamentos. Há uma diferença superior a 1.000 mAh entre o modelo mais simples (de 3.730 mAh) e o mais premium (de 4.900 mAh). Estas informações estão próximas das que foram avançadas anteriormente.

 

Câmara fotográfica

O departamento da fotografia traz novidades entusiasmantes, principalmente em comparação à gama Galaxy S10.

Todas as versões incorporam opções de filmagem em resolução 8K a 30 fps e 4K a 120 fps, um recurso bastante atraente para utilizadores que procuram um equipamento comparável a uma câmara fotográfica de alta performance que cabe no bolso e na palma da mão.

Na parte de trás do smartphone, a lente principal será Sony IMX 555, com o tamanho do pixel de 12MP 1.8μm, a qual irá conjugar com lentes ultra grande angular e ToF. A câmara frontal é Sony IMX 374 com o mesmo sensor de 10MP que o Galaxy S10 e o Note10 e suporta gravação de vídeo 4K 60fps.

Há versões com câmara principal de 12 megapixels, mas a versão mais premium possui configurações ainda mais impressionantes: a câmara principal desta versão tem uns incríveis 108 megapixels, usando um sensor desenvolvido pela Samsung especialmente para este aparelho. A segunda lente mais potente do produto tem 48 megapixels. Para além disso, este smartphone também pode receber uma opção de zoom híbrido de 100x.

 

Novo Samsung Galaxy: apresentação a 11 de fevereiro

Apesar das várias informações já divulgadas, ainda há vários dados que são verdadeiras incógnitas e que possivelmente só iremos descobrir na apresentação oficial. De facto, o leitor deve notar que as características aqui referidas são baseadas em leaks, o que significa que não são informações oficiais, nem confirmadas pela marca, e podem sofrer correções mais tarde, no lançamento oficial.

Dito isto, daquilo que já se sabe é possível perceber o investimento dado aos recursos premium nesta nova linha de smartphones Galaxy.

Aguardamos outras surpresas acerca dos Samsung Galaxy quando estes forem apresentados ao público pela empresa no dia 11 de fevereiro em São Francisco, na Califórnia.

[sc name=”assina”]