Todos os cuidados a ter com a coleção de vinis

Se é novo no mundo dos vinis, provavelmente já se perguntou quais serão as melhores formas de mantê-los em bom estado por muito tempo. Aqui ficam algumas dicas para ajudar a preservar a sua coleção de vinis.

Não é nenhuma novidade que os discos de vinil são tendência novamente, com uma nova onda de gerações a apreciar ouvir música como nos velhos tempos.

Mas os discos de vinil são objetos bastante frágeis, e o mais pequeno acidente pode danificá-los por completo. Neste artigo, deixamos-lhe algumas dicas e truques para proteger e cuidar da sua coleção de vinis sem os estragar.

 

Vinis: como surgiram e porque são tão frágeis

Ainda que não tenham tido um sucesso imediato, os discos de vinil tiverem uma popularidade crescente até aos anos 90, por intermédio de marcas como a RCA Victor e a Columbia Records, que introduziram os consumidores a esta nova forma de ouvir música.

Mas os anos de glória dos vinis foram bastante afetados pelo aumento da concorrência no setor da tecnologia áudio, com o aparecimento das cassetes, CDs, mp3s e mp4s.

Na viragem do século, a indústria de vinis ficou circunscrita aos fanáticos e colecionadores de vinis, até voltar a estar totalmente em voga a partir de 2017. Pode ler mais sobre o caminho empolgante da história do vinil neste artigo.

Do que são feitos os vinis?

O material utilizado nos discos de vinil é nada mais, nada menos, do que plástico. Também chamado policloreto de vinil ou PVC, é o plástico mais versátil do mundo e é usado para fazer de tudo, desde embalagens de alimentos a peças automóvel.

Ao disco de plástico são gravadas ranhuras, de forma analógica, que são utilizadas pela agulha de um gira-discos para transformar a sua vibração em música.

É fácil perceber que, se o risco ficar arranhado, a agulha não poderá executar o seu trabalho e o som fica prejudicado.

 

Como armazenar a coleção de vinis

Se tem uma coleção considerável de vinis ou se apenas se está a estrear nesta área, ficam aqui as nossas dicas para cuidar da sua coleção de vinis:

A luz solar direta, o calor e a humidade são de evitar

Manter a sua coleção de vinis num local limpo e seco, evitando temperaturas extremas e humidade, é extremamente recomendado.

O termo “Warping” é utilizado quando o disco vinil perde a forma por estar exposto a condições que não são favoráveis, levando a que não possa voltar a ser reproduzido.

Existem métodos para consertar este tipo de deformação, mas a prevenção é o melhor remédio, por isso mantenha-os longe da luz solar direta e de altas temperaturas.

Evite empilhar os vinis horizontalmente

Outra forma que provoca a deformação dos seus discos é empilhá-los horizontalmente. Comparado com outros formatos, o vinil é muito pesado, o que faz com que o peso e a pressão do objeto deforme com o tempo. Não vamos correr nenhum risco desnecessário: o ideal é armazená-los verticalmente.

No que diz respeito ao peso, vai querer ter certeza de que a superfície em que eles estão é resistente. Um vinil de 12” pode pesar entre 140 e 220 gramas, pelo que tem de ter isso em mente à medida que a sua coleção cresce.

Pegue nos vinis com todo o cuidado

Sempre que pegar nos seus vinis, faça-o pelas bordas ou pela etiqueta interna no centro. À semelhança de como trata a superfície de um CD, o mesmo se aplica ao vinil.

Quando toca na superfície do vinil, está a transferir inconscientemente óleos e partículas da sua pele para as ranhuras do plástico, onde facilmente o pó irá aderir e provavelmente afetar a qualidade do som.

 

Proteções internas que pode usar

A sua coleção de vinis deve estar bem armazenada, pelo que quer evitar ao máximo que os vinis fiquem soltos dentro das suas capas. Existem alguns tipos proteções internas que poderá usar:

[su_dropcap class=”dropcap”]1[/su_dropcap] Películas de Papel

A opção mais básica e mais barata é usar proteções internas de papel, e normalmente são incluídas com o vinil quando o compra pela primeira vez.

No entanto, estas folhas podem arranhar os discos conforme os desliza para dentro e para fora, além de criar pó por causa do papel. Além disso, sendo papel, rasga e deteriora-se muito mais facilmente.

Alguns colecionadores de vinis afirmam que algumas destas capas de papel vêm com datas de impressão, logótipos de produtoras e outras peculiaridades interessantes, por isso verifique antes de descartá-las pois podem ser uma relíquia.

[su_dropcap class=”dropcap”]2[/su_dropcap]Películas de polipropileno

As películas de polipropileno são mais resistentes do que as de papel mencionadas anteriormente, mas também são mais caras.

Contudo, se deseja realmente crescer a sua coleção de vinis, deve investir nelas. Estas películas resolvem os problemas de pó e eventuais danos do papel arranhado ao colocá-lo e retirá-lo da capa. Também são muito mais fáceis de remover e inseri-las na capa do álbum.

[su_dropcap class=”dropcap”]3[/su_dropcap] Papel com forro de poliéster

Como provavelmente pode imaginar, esta opção é uma mistura dos materiais acima. O papel externo torna a proteção muito mais rígida, enquanto o forro interno permite que o vinil deslize muito mais suavemente com um risco menor de arranhar e acumular pó.

 

Como limpar a coleção de vinis

Existem várias formas seguras de limpar e fazer a manutenção da sua coleção de vinis, dependendo da sua preferência:

[su_dropcap class=”dropcap”]1[/su_dropcap] Limpeza a seco

Use uma escova de fibra de carbono para limpar o vinil antes e depois de cada utilização. Pincele levemente ao longo das ranhuras, já que este processo irá ajudar a evitar a acumulação de pó e outros tipos de sujidade. Lembre-se de limpar regularmente a escova.

[su_dropcap class=”dropcap”]2[/su_dropcap] Limpeza húmida

A limpeza húmida é altamente recomendada quando deseja fazer uma limpeza a fundo dos seus discos.

Uma mistura de fluido de limpeza de discos e água (destilada, não da torneira!) funciona bem. Limpe-o com um pano de microfibras e seque-o com um pano de microfibras diferente.

[su_dropcap class=”dropcap”]3[/su_dropcap] Máquinas de limpeza

Depois de ter uma grande coleção, limpar os discos manualmente pode exigir muito esforço. Existem máquinas de aspiração que aplicam automaticamente uma solução de limpeza e, de seguida, aspiram o líquido novamente.

[su_dropcap class=”dropcap”]4[/su_dropcap] Cola para madeira

Usar cola para madeira é um segredo antigo usado no tratamento de vinis. Como é quimicamente muito semelhante ao material de um disco, não cola ao vinil mas apanha todas as restantes impurezas presentes nele.

Passe cola no seu disco de vinil, espere que seque e descole. Experimente primeiro num vinil antigo antes de aplicar em toda a restante coleção.

 

Os vinis são objetos interessantes mas devem ser tidos os devidos cuidados ao manuseá-los. Desta forma, aqui ficam alguns truques e dicas para ajudar a preservar a sua coleção de vinis por muito tempo.

[sc name=”assina”]