Router e tablet ASUS
-

Segurança cibernética: dicas para se manter seguro online

Router e tablet ASUS

Quão segura é a sua atividade online? Saiba o que pode fazer para assegurar a sua segurança cibernética, tanto a nível particular, como empresarial.

Considerando a quantidade de tempo que passamos online seria de esperar que assegurar a nossa segurança nestes ambientes fosse uma prioridade. Se é o seu caso e gostaria de saber que ações tomar para evitar correr riscos e reduzir a hipótese de algo correr mal, então deve continuar a ler.

Nos dias de hoje, as ameaças são cada vez mais frequentes, sofisticadas e os riscos demasiado elevados. Deve estar a par do que se passa para se proteger e embarcar em boas práticas de segurança cibernética.

 

8 cuidados a ter online

[su_dropcap class=”dropcap”]1[/su_dropcap] Usar passwords seguras

O primeiro cuidado a ter é o mais óbvio, mas também consegue ser o mais descurado. A exigência de palavra-passe não quer dizer que a sua segurança esteja automaticamente garantida. Se a sua password for fraca, há a possibilidade de hackers a conseguirem obter, expondo-o a si ou à sua empresa a todos os tipos de riscos.

Os erros mais comuns nas passwords incluem escolher uma palavra demasiado curta ou simples, palavras demasiado comuns, combinações de letras seguidas no teclado, incluir detalhes pessoais ou usar a mesma password para tudo.

Evitar este tipo de erros é uma das formas mais básicas, mas também mais eficazes para assegurar a sua segurança cibernética.

Ter uma password forte, não usar a mesma para contas diferentes e desativar o preenchimento automático são alguns dos cuidados a ter em consideração.

[su_dropcap class=”dropcap”]2[/su_dropcap] Terminar as sessões ou usar o Modo de Privacidade

Terminar as sessões em todas as contas que utilizamos pode ser aborrecido, até porque é muito mais rápido abrir determinada aplicação e não ter o trabalho de colocar a palavra-chave de cada vez que queremos aceder, motivo pelo qual quando o browser nos questiona se pretendemos que este memorize a password aceitamos.

O que nos parece facilitar a vida no momento pode dar problemas mais tarde. Se o seu computador for roubado, todas as suas contas estarão à mercê do ladrão, sejam as redes sociais ou outras contas de importância superior, como as bancárias. Desta forma, estará a dar acesso garantido e facilitado a todas as suas informações, desde dados pessoais, passando pelas contas bancárias, conteúdos privados, ou até dados de clientes, por exemplo.

Outra opção é ganhar o hábito de usar o Modo de Privacidade que a maioria dos browsers oferece, o qual permite ao utilizador navegar na Internet sem que nenhuma informação seja guardada. Esta é uma boa prática para usar nos equipamentos do trabalho ou nos que tem de partilhar, para garantir a sua privacidade.

Assim sendo, se está a usar um computador público, não o utilize para aceder a informações confidenciais como bancos ou páginas de entidades oficiais como o site das Finanças ou da Segurança Social, por exemplo.

[su_dropcap class=”dropcap”]3[/su_dropcap] Atualizar os navegadores

As notificações dos navegadores são, confessemos, muitas vezes procrastinadas ou assumidamente ignoradas. Provavelmente nem nos apercebemos da importância deste pequeno passo para garantir a nossa segurança cibernética. A maioria das atualizações surge precisamente para corrigir problemas de segurança. Atualize mal possa fazê-lo, normalmente é um processo bastante rápido.

[su_dropcap class=”dropcap”]4[/su_dropcap] Não clicar em links duvidosos

Qualquer link só deve ser aberto se conhecer a fonte de onde o recebeu ou se já sabe que o link é de confiança, onde quer que seja que o encontre. Um site cheio de links com cores diferentes ou ofertas suspeitas claramente não deve ser de confiança. Aliás, só a visita ao próprio site duvidoso já pode colocar em questão a segurança do seu equipamento.

Deve estar atento a emails com as extensões .co, .exe, .scr, .pif, .cmd, cpl, .bat, .vir e zip, mesmo que tenham sido enviados por contactos da sua confiança. Para além disso, tenha especial cuidado antes de fazer o download de anexos suspeitos, sobretudo de estiverem classificados com spam.

[su_dropcap class=”dropcap”]5[/su_dropcap] Manter o antivírus atualizado

O software antivírus não é apenas para o seu computador: é igualmente importante em tablets e smartphones.

Os software de antivírus pagos oferecem mais recursos do que as versões gratuitas, bem como acesso ao suporte técnico. Muitos também garantem segurança para um número ilimitado de dispositivos, possibilidade de inspecionar remotamente a sua rede wi-fi, sistemas anti-roubo incorporados e tecnologia avançada de criptografia.

No entanto, manter a sua rede segura e protegida online requer um pouco mais. Com um conjunto completo de segurança na Internet — security suite — pode ficar tranquilo, sabendo que as informações de todos estão completamente seguras e protegidas em sua casa.

Estes pacotes poupam-lhe tempo que gastaria a pesquisar e a adquirir produtos individualmente. Incorporam todos os recursos de segurança que deseja, incluindo tecnologia de criptografia, proteção especializada, controlos anti-spam e funções adicionais, como controlo parental.

[su_dropcap class=”dropcap”]6[/su_dropcap] Proteger a sua wi-fi

A sua rede sem fios doméstica não está livre dos vários perigos que se encontra online. Uma rede wi-fi desprotegida pode levar à perda de ficheiros, dados pessoais e muito mais, já para não falar da perda de velocidade da rede, o que neste caso até seria um mal menor.

Para proteger a sua wi-fi mude o nome e a password assim que possa, ative a encriptação de dados e ainda pondere limitar a atribuição de IP.

[su_dropcap class=”dropcap”]7[/su_dropcap] Proteger os dados existentes na cloud

As clouds são uma forma muito eficaz de armazenamento de dados. No entanto, todos os dados devem estar encriptados para garantir que possam ser vistos apenas por quem possui acesso à cloud. Também deve fazer backups dos dados com regularidade.

Aposte num fornecedor de serviço cloud conhecido e recomendado, ou então informar-se sobre as suas técnicas de manutenção, gestão e segurança dos dados que lá estão armazenados.

[su_dropcap class=”dropcap”]8[/su_dropcap] Obter um seguro

No caso das empresas, e principalmente desde que o Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) está em vigor, poderá ser boa ideia investir num seguro contra ciberataques.

Situações como dados e software danificados ou perdidos, extorsão cibernética, perda de dados e informações dos clientes, interrupção dos sistemas da empresa que tenha levado a perdas de oportunidades de negócios ou aumento de custos operacionais ou violações de propriedade intelectual são cobertas pelos seguros.

Seguindo estas boas práticas estará a reduzir drasticamente a probabilidade de vir a ter problemas na sua atividade online e a assegurar a segurança cibernética para si e para a sua empresa.

[sc name=”assina”]