Respondemos a todas as perguntas acerca do Clubhouse

Respondemos a todas as perguntas acerca do Clubhouse

O Clubhouse chegou a Portugal e as conversas acerca desta nova plataforma não param. Se tem dúvidas acerca do que é o Clubhouse, como pode participar e para o que serve, este artigo foi especialmente criado para si.

Gosta de podcasts mas sente necessidade de participar na discussão de vez em quando? Então o Clubhouse pode ser a nova rede social ideal para si. Mas há um senão: tem que ser convidado para se tornar membro da app. Neste artigo respondemos às questões mais pertinentes acerca da plataforma áudio que está a dar tanto que falar (e ouvir!).

 

O que é o Clubhouse?

À semelhança de qualquer outra rede social, o Clubhouse vive da participação dos seus utilizadores. Consiste numa aplicação que pode ser transferida para o smartphone e onde pode ouvir (e até participar!) em conversas apenas em formato áudio sobre variados temas — desde tecnologia, desporto, lifestyle, religião, bem-estar, entre outros.

O Clubhouse já foi comparado ao Twitter ou ao Spotify, no sentido em que permite aos utilizadores ouvirem conversas e entrevistas sobre assuntos que estão a ser discutidos e debatidos, quase como os fóruns de discussão do Twitter ou os podcasts do Spotify, mas com algum nível de exclusividade.

Porque é que o Clubhouse ficou tão popular?

O sucesso instantâneo da aplicação pode ser facilmente explicado com a aparição de Elon Musk numa conversa em janeiro deste ano, de acordo com o website The Verge. Em apenas alguns meses, a app registou um crescimento exponencial de downloads, tendo atualmente mais de 3 milhões de transferências a partir da App Store.

O que torna a app tão apelativa aos utilizadores é a possibilidade de fazerem parte da discussão de tópicos diversos em conversas onde estão presentes todo o tipo de pessoas, inclusivamente celebridades, tipicamente mais difíceis de abordar.

Como posso utilizar a app?

Este é um dos aspetos que diferenciam a aplicação das outras. Só utilizadores que sejam convidados por outros membros da app podem fazer parte da conversação, o que já gerou alguns comentários acerca do elitismo da aplicação.

Cada novo utilizador possui dois convites que pode enviar as outras pessoas. Caso possua um convite, saiba que existe outra condição para utilizar a app — precisa de ter pelo menos um dispositivo com sistema operativo iOS. Poderá transferir a aplicação a partir da App Store para qualquer dispositivo — por exemplo, iPhone ou iPad.

De momento, os developers do Clubhouse estão a trabalhar no desenvolvimento de uma versão da aplicação para Android, pelo que os utilizadores terão esperar um pouco mais por poderem participar.

O que se pode ouvir no Clubhouse?

Assim que tiver acesso à plataforma, existem diversas conversas acerca de diferentes tópicos que poderá acompanhar e até participar, da tecnologia à fé, parentalidade ou até viagens pelo mundo. Caso queira participar e partilhar os seus pontos de vista ou experiências, poderá “Levantar a mão” e o anfitrião irá decidir se o deixa participar ou não.

Em cada conversa pode encontrar utilizadores com os mesmos gostos e preferências e poderá segui-los — quanto mais pessoas e tópicos seguir, maior a probabilidade de receber recomendações que se adequem aos seus interesses.

O que torna esta app tão interessante é a característica de as conversas não poderem ser editadas com sistemas de edição, transições e jingles cativantes. Tudo é “cru” e feito em direto, distanciando-se assim dos podcasts que (ainda) possuem alguma estrutura e onde o utilizador de limita a ouvir e a não participar, pelo menos diretamente.

Quantas pessoas podem estar numa conversa?

A aplicação estabelece um limite de 5 mil participações em casa grupo de conversação, com membros que podem ser pessoas anónimas a celebridades, figuras políticas, jogadores de futebol, músicos ou empreendedores bilionários.

Posso guardar conversas para o futuro?

O conceito por trás da aplicação é ouvir a conversa no momento. Assim que uma conversa é criada por anfitriões, os utilizadores podem juntar-se e ouvi-la, mas não é possível gravar as conversas (pelo menos, a partir da aplicação).

A ideia é criar momentos de partilha, discussão e debate totalmente exclusivos, mas alguns utilizadores já tentaram contornar esta característica ao gravarem as conversas por outros meios, disponibilizando-as, por exemplo, na plataforma YouTube.

Os meus dados ficam comprometidos?

Para utilizar o Clubhouse, os utilizadores precisam de dar o número de telemóvel e o seu nome. Assim, a pessoa que irá enviar o seu convite de participação apenas precisa do seu contacto para que se possa registar. Irá receber um link por mensagem que deverá clicar para iniciar sessão com o seu número na plataforma.

Mas caso não queira utilizar o seu contacto para criar uma conta nesta rede social e proteger assim os seus dados privados, poderá iniciar sessão a partir do seu Twitter, podendo utilizar até a sua fotografia de perfil já existente nessa plataforma.

O que fazer se quiser cancelar a conta no Clubhouse?

Caso não veja benefícios ou vantagens na utilização desta aplicação, poderá sempre apagar a aplicação dos seus dispositivos. Mas, à semelhança de outra aplicação de videochamadas interativas Houseparty, apagar uma conta no Clubhouse poderá não ser assim tão fácil.

Caso queira eliminar permanentemente a sua conta no Clubhouse, terá que enviar um e-mail para o endereço “[email protected]”, realizar um pedido para apagar a conta e esperar que a equipa aceda aos seus pedidos.

 

O Clubhouse é uma rede social relativamente recente e com um potencial de enorme expansão nas comunidades online. Num momento em que cada vez mais o formato áudio se assume como uma alternativa aos cansativos formatos do vídeo e imagem, esta aplicação pode realmente tornar-se num dos gigantes do mundo das social media.

[sc name=”assina”]