Grelhador Princess tábua chef Pure Duo
-

Preparar os grelhados perfeitos: saiba como

Grelhador Princess tábua chef Pure Duo

No que se refere a alimentação saudável, o grelhador é o melhor amigo na cozinha. Veja como pode confecionar grelhados muito saborosos, repletos de proteína e nutrientes.

Cozinhar é uma necessidade e um prazer — ou, pelo menos, deveria ser. Quando aliamos a isso a vontade de confecionar refeições saudáveis, temos diversas alternativas: já vimos como preparar sopas, batidos, patês e chás, como cozinhar a vapor, entre outras soluções. Mas há mais.

Grelhar é uma forma de cozinhar rápida, simples e, ao contrário do churrasco, pode ser feita dentro de casa, com toda a segurança e conforto, sem que o sabor fique aquém do pretendido. Outra vantagem deste método é que os acompanhamentos podem ser preparados da mesma forma: vegetais grelhados são uma ótima forma de variar o cardápio.

Para preparar grelhados perfeitos só precisa de um bom grelhador e mais algumas técnicas básicas. A sua dieta alimentar irá agradecer a variedade.

 

Um bom grelhador é meio caminho andado

A mão que governa a cozinha será sempre o que faz a verdadeira diferença, mas um bom equipamento ajuda sempre. Há vários tipos de grelhadores.

Grelhador sem fumos

Tal como o nome indica, o grelhador sem fumos permite-lhe tirar todo o proveito do método de grelhar, enquanto evita o fumo incómodo que — por vezes — isso implica. Assim, pode dispensar o esforço extra do exaustor dentro da cozinha: este equipamento emana menos fumo para a atmosfera e produz menos cheiros na confeção dos alimentos.

A resistência destes grelhadores está salvaguardada do contacto com as gorduras dos alimentos, acabando por conferir mais durabilidade às suas peças.

Grelhador de placas

Um bom grelhador de placas — ou de contacto, como também é conhecido — é o eletrodoméstico mais comummente usado em espaços fechados. É composto por duas superfícies de calor onde os alimentos são grelhados. O uso diário deste equipamento é muito fácil e pode, ainda, utilizá-lo como sandwicheira — versátil, não acha?

Grelhador de pedra

Um grelhador de pedra é, antes de mais nada, uma forma muito estilosa de cozinhar. O eletrodoméstico em si é muito elegante e faz-nos sentir verdadeiros chefs de cozinha. Aparências à parte, grelhar em pedra permite-nos desfrutar de uma das melhores formas de cozinhar uma boa peça de carne.

Ao confecionar a carne na pedra mantemos a pureza de sabores, desfrutamos de todos os aromas que dela exala e, sobretudo, confecionamos cada pedaço até ao ponto exato desejado.

A pedra pode ser aquecida de diversas maneiras: no forno, com fogo vivo, recorrendo a um queimador a álcool, queimador a gás ou elétrico.

Grelhador com resistência

O grelhador com resistência é o mais versátil dos modelos: é portátil — um dia pode querer grelhar na cozinha, no dia seguinte na varanda, desde que tenha uma tomada elétrica tudo é possível — e muito prático. Também é, normalmente, a opção mais económica. Dependendo do modelo, pode vir equipado com um termostato para controlar a temperatura.

Todos estes grelhadores foram concebidos para uso dentro de casa. Resta comparar as vantagens entre cada um e escolher o que mais lhe agradar.

 

Atenção ao tempo na grelha

Deixar os grelhados demasiado tempo na grelha resulta em comida queimada ou como “sola de sapato”. Se ainda não domina os timings na cozinha, é melhor que aposte num temporizador ou pelo menos coloque um alarme no telemóvel.

Ao contrário do que se possa pensar, os grelhados não exigem estar constantemente a virar de um lado para o outro: basta colocar o alimento e virá-lo uma única vez. Um temporizador pode ajudar na tarefa.

Tempere os ingredientes de acordo com sua preferência. Marinar os alimentos com antecedência e durante algum tempo garante grelhados muito mais saborosos.

 

Temperatura: elemento fundamental nos grelhados

A grelha deve aquecer durante algum tempo antes de colocar os alimentos. A importância deste passo é particularmente elevada nas carnes e resulta na formação de uma crosta externa que irá manter a carne suculenta por dentro — este é um processo conhecido por “selar a carne”.

A temperatura deve ser sempre a mesma durante a confeção. Uniformidade na temperatura resulta em uniformidade na cozedura dos alimentos. Não quer um bife bem passado numa ponta e mal passado na outra, pois não?

Outro conselho importante que lhe podemos dar é que nunca deve colocar a carne a grelhar mal a tire do frigorífico. Se a carne estiver demasiado fria irá soltar todos os líquidos e cozinhar em vez de grelhar. O ideal é que tire do frigorífico 20 minutos antes.

 

Limpar a grelha

Depois de cozinhar e de saborear uma boa refeição, não há grande vontade de limpar e arrumar a cozinha. Mas se pretende continuar a preparar grelhados tão bons tem mesmo que limpar o seu grelhador, para que este não fique com resíduos que irão alterar o sabor dos alimentos e preservar a durabilidade do mesmo.

Agora que já tem todas estas dicas, deite mãos à obra e prepare grelhados perfeitos.

[sc name=”assina”]