O seu PC é compatível com o novo Windows 11?

O seu PC é compatível com o novo Windows 11?

O novo sistema operativo da Microsoft já foi lançado na sua versão beta para alguns utilizadores, mas o seu computador Windows 10 será compatível com o Windows 11? Saiba quais são os requisitos de equipamento necessários.

A já apelidada de ‘próxima geração do Windows’ já está disponível para membros do Programa Windows Insider e terá uma versão final lançada para todos os dispositivos compatíveis no final do ano — assim o promete a Microsoft.

As mudanças anunciadas são as maiores no Windows em muitos anos. Assim que o Windows 11 esteja disponível, a atualização será totalmente gratuita. No entanto, nem todos os dispositivos Windows 10 terão suporte. Aqui está tudo o que precisa de saber sobre compatibilidade.

 

O meu portátil será compatível com Windows 11?

Já se sabe quais são os requisitos mínimos em termos de hardware para que o dispositivo corra o Windows 11. Todos os computadores portáteis atuais e futuros devem incorporar as seguintes características: [sc name=”VP” url=”https://www.radiopopular.pt/categoria/portateis-todos/?utm_source=RPT” ]

  • processador de 1 GHz ou mais rápido com pelo menos 2 núcleos em processador de 64 bits compatível ou sistema de um chip (SoC);
  • pelo menos 4 GB de RAM;
  • pelo menos 64 GB de armazenamento no dispositivo — poderá ser necessário ainda mais para atualizações futuras;
  • placa de vídeo compatível com DirectX 12 ou posterior e com driver WDDM 2.0;
  • Firmware UEFI com suporte para Arranque Seguro;
  • TPM (Trusted Platform Module) versão 2.0;
  • ligação à Internet, necessária para o Windows 11 Home e muitos recursos nas versões Pro e Enterprise.

Pelo menos 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento no dispositivo — poderá ser necessário ainda mais para atualizações futuras —, placa de vídeo compatível com DirectX 12 ou posterior e com driver WDDM 2.0, Firmware UEFI, suporte para inicialização segura,
TPM (Trusted Platform Module) versão 2.0 e até ligação à Internet, necessária para o Windows 11 Home e muitos recursos nas versões Pro e Enterprise.

O seu PC é compatível com o novo Windows 11?

São muitos detalhes técnicos, nós sabemos. Os requisitos de processador significam que apenas os CPUs mais recentes da Intel e AMD serão suportados. Eis a lista completa dos que são compatíveis:

  • Intel 8th Gen (Coffee Lake)
  • Intel 9th Gen (Coffee Lake Refresh)
  • Intel 10th Gen (Comet Lake)
  • Intel 10th Gen (Ice Lake)
  • Intel 11th Gen (Rocket Lake)
  • Intel 11th Gen (Tiger Lake)
  • Intel Xeon Skylake-SP
  • Intel Xeon Cascade Lake-SP
  • Intel Xeon Cooper Lake-SP
  • Intel Xeon Ice Lake-SP
  • AMD Ryzen 2000
  • AMD Ryzen 3000
  • AMD Ryzen 4000
  • AMD Ryzen 5000
  • AMD Ryzen Threadripper 2000
  • AMD Ryzen Threadripper 3000
  • AMD Ryzen Threadripper Pro 3000
  • AMD EPYC 2nd Gen
  • AMD EPYC 3rd Gen

 

O meu PC desktop será compatível com Windows 11?

Tal como no caso dos computadores portáteis, também os PCs de mesa têm requisitos de hardware para assegurar que é compatível com Windows 11. No caso dos desktops também será necessário um processador Intel ou AMD recente, bem como pelo menos 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento.

O seu PC é compatível com o novo Windows 11?

Dito isto, o dispositivo também deve incorporar uma motherboard compatível. Alguns dos principais fabricantes confirmaram quais os modelos existentes compatíveis com o Windows 11 até agora:

  • Asus (Intel): C261 Series, C422 Series, X299 Series, Z590 Series, Q570 Series, H570 Series, B560 Series, H510 Series, Z490 Series, Q470 Series, H470 Series, B460 Series, H410 Series, W480 Series, Z390 Series, Z370 Series, H370 Series, B365 Series, B360 Series, H310 Series, Q370 Series, C246 Series
  • Asus (AMD): WRX80 Series, TRX40 Series, X570 Series, B550 Series, A520 Series, X470 Series, B450 Series, X370 Series, B350 Series, A320 Series
  • Biostar (Intel): Z590 Series, B560 Series, B460 Series, H510 Series, B250 Series
  • Biostar (AMD): X570 Series, B550 Series, A520 Series, B450 Series, X470 Series, X370 Series, B350 Series, A320 Series
  • Gigabyte (Intel): X299 Series, C621 Series, C232 Series, C236 Series, C246 Series, C200 Series, C300 Series, C400 Series, C500 Series
  • Gigabyte (AMD): TRX40 Series, 300 Series, 400 Series, 500 Series

É importante notar que esta não é uma lista exaustiva. Será de esperar que toda a informação seja divulgada mais perto da data de lançamento oficial do Windows 11.

 

O problema do módulo TPM de segurança

Como já foi referido, entre as especificações mínimas para assegurar a compatibilidade do Windows 11 no seu equipamento está o módulo TPM 2.0 de segurança, sem o qual não poderá instalar o novo sistema operativo.

Um chip TPM é um criptoprocessador projetado para realizar operações criptográficas. Este inclui vários mecanismos de segurança física para torná-lo resistente à violação e a softwares maliciosos, os quais são incapazes de violar as funções de segurança.

O TPM pode ser um chip dedicado na motherboard, integrado a outro componente de hardware, ou presente no firmware. Este recurso de segurança é usado para garantir a integridade do sistema, ou seja, para confirmar que este está a apresentar o comportamento esperado. Também tem outras funções.

A questão deste módulo de segurança é que há alguns computadores que não o incorporam, mesmo que sejam modelos recentes. Mais provável do que isso, no entanto, é que o TPM — também chamado de Intel PTT ou AMD fTPM — esteja presente, mas tem que ser ativado na BIOS.

Como confirmar se o TPM 2.0 está ativo

No menu Iniciar digite ‘TPM’ e deverá aparecer a opção ‘Processador de segurança’, na qual deverá clicar. Irá abrir-se uma janela com várias informações de ‘Detalhes do processador de segurança’ e no campo ‘Versão de especificação’ deverá dizer 2.0. Caso contrário, ou o seu computador não tem TPM 2.0 ou não está com o recurso ativado.

Como ativar o TPM 2.0 na BIOS

Para tentar ativar o TPM 2.0 na BIOS do seu computador abra o menu Iniciar e clique em ‘Ligar/desligar’. Enquanto segura a tecla Shift, clique em ‘Reiniciar’. No ecrã que irá aparecer selecione ‘Solução de problemas’ > ‘Opções avançadas’ > ‘Configurações de firmware UEFI’ (se essa opção não aparecer, deverá encontrar ‘Configurações de Inicialização’) e clique no botão ‘Reiniciar’.

Pressione a tecla para entrar em BIOS Setup, a qual pode ser F1, F2, F10, F11, F12 ou Del, a opção correta deverá estar explícita no ecrã do seu PC. Procure por ‘Intel Platform Trust Technology (PTT)’ ou ‘AMD PSP fTPM’ e selecione a opção ‘Enabled’.

Se não encontrar, procure ‘TPM Device Selection’ e escolha ‘Enable Firmware TPM’. Se, ainda assim, nenhuma destas opções estiver disponível, na aba ‘Security’ deverá encontrar a opção ‘TPM Device’ e escolher ‘Available’. De seguida, na opção ‘TPM State’ selecione ‘Enabled’. Por fim, pressione a tecla que corresponde ao comando ‘Save and Exit’.

Apesar destas instruções serem relativamente universais, podem variar dependendo da marca e modelo do seu computador.

[sc name=”assina”]