Será assim a Playstation 5?
-

O que já sabe sobre a nova PS5 — confirmações e rumores

Será assim a Playstation 5?

Mesmo a tempo do Natal do próximo ano, a PS5 será lançada entre novembro a dezembro de 2020. Veja o que já se sabe acerca da consola de próxima geração da Sony.

Apesar de a sua antecessora celebrar 6 anos este ano — a PS4 foi lançada em novembro de 2013 e a Pro em 2016 —, ainda temos de esperar mais um ano pela PS5. Continua a não haver uma data exata de lançamento oficial, mas já se sabe que a consola chegará no final de 2020. Também é essa a data de lançamento prevista para Portugal.

O preço da PlayStation 5 ainda não está definido, mas deverá ir ao encontro das suas especificações de topo. A Sony deverá quer manter o seu preço competitivo para o público alvo, pelo que se aponta um valor entre os 499 e os 599 euros para a nova consola. Este lançamento deverá causar uma redução no preço atual da PS4 Pro.

Ainda pouco se sabe acerca da PS5, mas vejamos o que se fala, desde as poucas confirmações — que se referem principalmente às especificações técnicas —, passando pelos rumores.

 

Os jogos da PS5

Antes de mais, a retrocompatibilidade já foi confirmada: toda a biblioteca de jogos da PS4, incluindo os jogos PSVR, serão suportados pela PlayStation 5. Em 2016, a empresa registou uma patente que permite melhorar os gráficos de jogos antigos para resoluções maiores e em tempo real. Isto permite adequar os jogos aos ecrãs modernos.

Nesta nova consola o foco estará na produção de conteúdos originais e exclusivos, para cativar novos consumidores e manter os atuais, refletindo também a importância da nova geração.

Um dos primeiros jogos é o Cyberpunk 2077, com o Death Stranding como jogo que fará a ponte entre a PS4 e a PS5, não se excluindo a via do multiplataforma.

Para além desses, até ao momento foram confirmados o GTA VI, The Last of US 2, Elder Scrolls VI, God of War 2, Assassin’s Creed: Kingdom, Ghosts of Tsushima, The Lord of The Rings: Gollum e, provavelmente, Sniper Elite 5 e Spider-Man 2.

A Sony prometeu focar-se nos “grandes jogos”, ou seja, a prioridade será colocada nas grandes produções e exclusivos. Uma categoria conhecida na gíria por “AAA games”, com a empresa a utilizar a expressão “serious gamers“, ou jogadores muito dedicados. Os jogos indie continuarão presentes, mas os recursos estarão concentrados noutro lado.

 

Especificações técnicas de topo

No que se refere às especificações técnicas da PS5 há algumas certezas. Entre as quais a de um CPU, ou processador da AMD com 8 núcleos de processamento, sendo baseado na arquitetura Ryzen de terceira geração. A gráfica incorporará os melhores componentes e tecnologia dos sistemas Radeon Navi, com uma solução final a ser criada especificamente para a nova PS5.

O armazenamento SSD, também com uma solução concebida especificamente para a PS5, promete acabar com os tempos de carregamento: o loading — seja ao carregar uma etapa guardada, ou a lançar um novo jogo / nível — será mais rápido, com os tempos a passarem em média de 8 segundos para 0,8 segundos.

Com base em informações recentes, a consola pode chegar às mãos dos consumidores com 2 TB de armazenamento SSD.

Há um novo sistema de áudio 3D a ser preparado. Na prática, será uma experiência mais envolvente, com detalhes sonoros e captações mais realistas. Já a nível visual, a resolução máxima será de 8K para os jogos na TV.

No que toca à possibilidade de realidade virtual, a Playstation 5 deverá permitir jogar através dos óculos de realidade virtual Playstation VR 2, que devem ser lançados posteriormente à consola, tal como aconteceu com o primeiro modelo.

Graças às soluções gráficas da AMD teremos o ray tracing presente na nova PS5. Na prática, introduz uma nova mecânica de iluminação dos cenários e ambientes, mais fiel ao natural incidir da luz no mundo real. Esta técnica, até agora quase impossível, será uma realidade na PlayStation 5 e promete revolucionar os visuais e a atmosfera de jogo.

 

Novos comandos Dualshock?

Regressamos à informação que ainda não está confirmada. Há a possibilidade de o comando da PlayStation ser alterado para melhorar o conforto de utilização e o desempenho. Poderá existir um ecrã sensível ao toque no centro do controlador.

Segundo o LetsGoDigital, que analisou as patentes que a Sony submeteu para o novo comando, a vibração tradicional poderá ser substituída por um feedback tátil similar ao aplicado nos smartphones. O jogador sentirá a diferença ao jogar FIFA 20, por exemplo, ou shooters.

A sensibilidade dos gatilhos também se espera que tenha diferenças: os botões L2 e R2 poderão ser configurados pelos programadores dos jogos, para que se adaptem ao tema do mesmo, com diferentes graus de resistência.

 

Em conclusão…

A nova PS5 manterá a possibilidade de utilizar discos Blu-Ray, já preparados para o novo formato XL. Ainda que o aumento das compras de jogos online e respetivo download seja notória, a via física continuará presente.

Resta conhecer o design da consola. Estaremos atentos a todas as novas informações, para que o nosso leitor as saiba — quase — ao mesmo tempo que nós.

[sc name=”assina”]