Mitos e truques para preservar a bateria do iPhone

Mitos e truques para preservar a bateria do iPhone

Se tem um iPhone ou pensa adquirir um, é normal que faça uma pesquisa acerca do dispositivo para perceber se vale a pena o investimento para o futuro. Neste artigo desmistificamos alguns mitos relacionados com a bateria do iPhone para tornar a sua escolha mais fácil.

A bateria é um importante fator a considerar na compra de um smartphone. A discussão entre iOS e Android vai estar sempre presente, mas e em relação à bateria? Será que as baterias dos iPhones são assim tão frágeis? Vamos saber tudo.

 

Tudo o que deve saber sobre a bateria do iPhone

Se se pergunta quais são as melhores formas de preservar a bateria do iPhone, reunimos algumas dicas e truques para fazer a bateria durar mais tempo ao longo do dia.

O novo iPhone 12, por exemplo, tem uma autonomia de vídeo até 15 horas e de áudio até 50 horas, por isso faz todo o sentido saber como tirar o máximo proveito da bateria do seu smartphone. Aqui vão algumas dicas:

Deixar o iPhone a carregar toda a noite pode viciar a bateria?

Desde que o iPhone chegou a Portugal que este mito se foi espalhando pelo público. Mas será realmente verdade que deixar o telemóvel a carregar toda a noite prejudica a vida útil da bateria? A resposta é não.

Isto porque os smartphones atuais foram concebidos para deixar de consumir bateria como fonte de energia quando esta está 100% carregada! De qualquer das formas, a Apple disponibiliza agora carregadores ultra rápidos, que carregam a bateria até 50% em apenas 30 minutos – por isso este não será um problema.

É seguro utilizar carregadores genéricos num iPhone?

Claro que sim. Se a tecnologia utilizada nos carregadores for praticamente a mesma, não há razão para não utilizar um carregador genérico. Apenas certifique-se que o carregador escolhido é de boa qualidade e que se adequa às necessidades da bateria do iPhone.

Se o seu carregador se estragou e precisa desesperadamente de comprar um substituto, em qualquer loja Rádio Popular pode encontrar carregadores genéricos muito mais acessíveis do que os carregadores Apple.

Se não carregar a bateria até aos 100% vou viciá-la?

As baterias dos iPhones são constituídos de iões de lítio integradas e carregáveis, e têm a conveniência de poderem ser recarregadas por USB no computador ou qualquer outro adaptador de corrente. Segundo a marca, esta tecnologia dificilmente fica viciada.

O iPhone avisa-o assim que carregar a bateria até aos 80%, informando-o que já é seguro retirá-lo da corrente. Por isso, não é absolutamente necessário que carregue até aos 100%.

Devo deixar a bateria chegar aos 0% para recarregar?

A resposta é não. De facto, deve evitar deixar a bateria de um iPhone chegar aos 0%, pela inconveniência que é não poder utilizar o telemóvel por uns momentos, mas também porque pode danificar a bateria ao longo do tempo. O ideal é que recarregue a bateria quando esta chega aos 15 ou 20%.

A Apple oferece-lhe análises da bateria diárias

A Apple fornece aos seus utilizadores relatos bastante detalhados acerca da utilização da bateria nas últimas 24 horas ou até nos últimos 10 dias, para fazer um acompanhamento bem preciso acerca da sua bateria. Alguns dos dados que pode observar são:

  • qual o valor do último carregamento (por exemplo, se deixou carregar até 100%);
  • quanto tempo passou com o ecrã ligado e desligado;
  • a utilização da bateria por aplicação, em percentagem;
  • a utilização da bateria por atividade.

Ativar o modo de poupança da bateria é limitador?

Se tiver o modo de baixo consumo ativado, a atividade em segundo plano (como as descargas e o e-mail) é reduzida temporariamente até poder carregar o iPhone novamente.

Isto permite-lhe utilizar o smartphone à vontade sem que comprometa a sua experiência com o iPhone, por isso é um mito que ativar a poupança de bateria prejudique a sua utilização.

É preciso fechar as aplicações abertas em segundo plano?

As aplicações abertas em segundo plano são por vezes esquecidas, e muitos de nós temos o hábito de apenas as fechar após alguns dias. Mas, segundo a Apple, não necessita de fechar todas as aplicações só para poupar bateria.

Deverá fechar as apps apenas quando, por algum motivo, o iPhone deixar de responder. O que acontece é que as apps abertas ficam em segundo plano, ou seja, ficam em modo de espera, quando estiver a utilizar outra app, pelo que não tem impacto direto na vida da sua bateria.

À semelhança de outras marcas, as baterias do iPhone podem durar bastante tempo, desde que cuide bem delas.

 

Esperamos ter consigo desmistificar alguns rumores acerca da vida útil das baterias do iPhone, para que possa tomar decisões conscientes na escolha do seu próximo smartphone!

[sc name=”assina”]