iPhone 13? O que se fala sobre o próximo Apple Event

iPhone 13? O que se fala sobre o próximo Apple Event

Um novo iPhone? Apple Watch 7? Que produtos novos nos aguardam no mais recente Apple Event? Fomos à procura de toda as fugas de informação e do que se fala nas redes sociais.

Terça-feira, um dos dias preferidos da Apple para novos lançamentos, mais especificamente dia 14 de setembro, marca um novo Apple Event. Apesar de nunca se saber ao certo o que será lançado antes do próprio momento, há sempre fugas de informação e rumores que se revelam verdadeiros — ou não — antes da data.

Vejamos quais são os principais boatos que circulam nas redes sobre os possíveis produtos a serem apresentados pela Apple e características dos mesmos.

 

iPhone 13: o convidado principal

Apesar da possibilidade de vermos vários produtos serem anunciados, a verdade é que o convidado mais esperado nestas festas é sempre o novo iPhone.

Aquele que se espera vir a chamar-se iPhone 13 pode nascer precisamente neste Apple Event. Espera-se que o novo smartphone seja lançado com uma coleção de novos recursos, especificações de câmara inovadoras, novas opções de cores e até um design atualizado com ecrã sem cortes.

É possível que, tal como o iPhone 12, estes novos iPhones tenham quatro modelos (Mini, standard, Pro e Pro Max). Um boato no início de junho sugeriu que a linha do iPhone 13 terá baterias maiores do que a linha do iPhone 12, e que estas podem ir desde 2.406 mAh no modelo Mini, até 4.325 mAh no Pro Max.

Apesar desta atualização, se estes valores no que se refere à capacidade da bateria se vierem a confirmar, a Apple irá permanecer aquém dos telemóveis premium de outras marcas, como é o caso dos Samsung Galaxy S21, por exemplo.

Dito isto, o iPhone 13 pode ter alguns truques na manga no que se refere às possibilidades de carregamento, nomeadamente com carregamento sem fio mais rápido e possíveis recursos de carregamento reverso (o recurso que permite carregar outros dispositivos Qi na parte de trás do smartphone).

Várias renderizações dos possíveis designs dos iPhone 13 foram encontradas nas redes sociais. Mas como saber a veracidade de cada uma, se é que existe veracidade em alguma? Uma das mais recentes ilustra o impacto da câmara redimensionada e o aumento da espessura do iPhone 13 em comparação com os predecessores. A saliência da câmara poderá ser ainda maior, talvez para acomodar atualizações futuras em tecnologia fotográfica.

Em junho, falava-se que as duas lentes traseiras do iPhone 13 e 13 Mini poderiam estar situadas diagonalmente uma da outra, ao invés de uma em cima da outra.

Naturalmente, espera-se atualizações no que se refere às câmaras. Os dois modelos Pro podem receber um shooter Ultra-Wide e/ou uma lente Telefoto ainda mais poderosos. Algumas fontes de há uns meses sugeriam que a tecnologia LiDAR pode estar presente em todos os quatro modelos, o que daria ao utilizador uma perceção de profundidade aprimorada. No entanto, fugas de informação mais recentes já não mencionam esta característica.

Também são esperadas melhorias no software de gravação de vídeo, incluindo um novo modo Retrato.

Apesar destas especulações, o iPhone 13 provavelmente terá um design familiar, até porque o ano de 2020 já trouxe uma ligeira revolução nesse departamento, apesar de ser uma revolução com um travo nostálgico: os iPhones 12 recuperaram as laterais planas que os consumidores habituais dos smartphones da Apple reconheceram do iPhone 5. Há a possibilidade de existirem novas cores, uma delas poderá ser o dourado.

Familiarizações à parte, há dois elementos no design que têm sido alvos de ‘burburinhos’ com particular incidência: um notch mais curto (ou até inexistente) e o abandono por completo da porta de Lightning.

A Apple apresentou ao mundo o display com notch na parte superior do ecrã em 2017, com o lançamento do iPhone X. No entretanto, algumas marcas concorrentes já resolveram esse dilema através de câmaras frontais discretamente colocadas num pequeno orifício na parte superior ou sob o ecrã. No entanto, a Apple não seguiu o mesmo percurso. Surgem agora rumores de que o notch poderá ser significativamente mais pequeno.

Já no que se refere à porta Lightning, quando a poderosa marca da maça removeu o conector de fone de ouvido, o tempo estava também contado para a porta de carregamento do iPhone, de acordo com analistas da indústria. Se esperanças no sentido contrário havia, a introdução dos acessórios MagSafe no ano passado praticamente selou o destino de um futuro sem portas para o iPhone.

Com base no historial da Apple e nos recursos apresentados o ano passado, há algumas previsões que podem ser feitas com alguma confiança no que se refere ao iPhone 13.

O 5G e Wi-Fi 6E é quase uma conclusão óbvia. Muito provavelmente, não haverá um carregador ou fones de ouvido incluídos na caixa com o telemóvel. O novo iOS 15 também já estará instalado.

2021 pode ser o ano em que finalmente vemos o ecrã de um iPhone com 120 Hz de taxa de atualização, o que resultaria numa experiência muito mais suave e mais rápida. Um display sempre ativo ou “ecrã de bloqueio atenuado” exibirá a hora e a carga da bateria, bem como as notificações recebidas, sem que seja necessário desbloquear ou ativar o ecrã.

O iPhone 13 trará de volta o Touch ID? É possível que a Apple incorpore o Face ID sob o ecrã no lugar do Touch ID, com sensores escondidos debaixo do mesmo.

O chipset A15 provavelmente irá alimentar cada um dos novos modelos de smartphone, embora relatórios atuais sugiram que isso não trará um grande aumento de energia. Também há muitos rumores de que a Apple pode lançar um iPhone de 1 TB pela primeira vez, o que dará origem aos iPhone maiores de sempre.

Este será o segundo ano consecutivo que a Apple revelou o seu novo iPhone online. Em 2020, a pandemia também forçou a marca a adiar a estreia do iPhone 12, devido aos atrasos na produção.

 

Outros produtos Apple aguardados

O ano de 2021 já teve direito ao seu Apple Event, mas ainda aguardamos que a gigante da tecnologia anuncie mais produtos neste fim de verão.

Para além do possível iPhone 13, há ainda a esperança de que sejam apresentados pelo menos alguns destes produtos: Apple Watch 7, AirPods 3, iPad Mini 6, um iMac maior alimentado pelo chip M1 da Apple, um Apple Display mais acessível, um novo MacBook Pro e Mac Pro com rumores de atualização do chip M1 da Apple, uma barra de som com uma Apple TV integrada e um headset Apple AR / VR.

A Apple já nos habituou a acompanhar a apresentação de um novo iPhone com um novo smartwatch, pelo que este é um dos artigos que esperamos ver no Apple Event de 14 de setembro.

O wearable de próxima geração da Apple, Apple Watch 7, pode incluir alguns novos recursos-chave, como um redesenho elegante e plano, melhorias na vida útil da bateria e um possível sensor para monitorizar a glicose no sangue. Irá integrar o WatchOS 8.

[sc name=”assina”]