Introdução à fotografia: a importância do Shutter Speed

Uma das três configurações mais importantes na fotografia é o Shutter Speed, as outras duas são a abertura e o ISO. Neste artigo explicamos-lhe tudo o que precisa de saber o Shutter Speed (ou Velocidade do Obturador) numa linguagem bastante simples.

A velocidade do obturador é responsável por duas coisas particulares: alterar o brilho da foto e criar efeitos dramáticos congelando a ação ou desfocando o movimento. Se quer tornar-se um verdadeiro pro no mundo da fotografia, conhecer tudo sobre o Shutter Speed é uma ótima forma de começar.

 

Shutter Speed — o que é e para que serve?

A velocidade do obturador existe devido ao obturador da câmara — que é uma espécie de “cortina” na frente do sensor da câmara, que permanece fechada até a câmara disparar.

Quando a máquina fotográfica dispara, o obturador abre e expõe totalmente o sensor da câmara à luz que passou pela lente. Depois do sensor apanhar luz, o obturador fecha imediatamente, impedindo a luz de atingir o sensor.

Em termos muitos simples, o botão que dispara a câmara é chamado de “obturador” ou “botão do obturador”, porque aciona o obturador para abrir e fechar.

O que é velocidade do obturador?

A velocidade do obturador é o tempo em que o obturador da câmara fica aberto, expondo a luz no sensor da câmara. Por outras palavras, designa o tempo que a sua câmara leva a tirar uma fotografia, e isto tem alguns efeitos importantes no resultado das imagens.

Quando usa uma velocidade de obturador longa, acaba por expor o seu sensor por um período significativo de tempo. O primeiro grande efeito disso é o desfoque de movimento (motion blur). Se a velocidade do obturador for longa, os objetos em movimento na foto vão aparecer “borrados” ao longo da direção do movimento.

Onde se usa o Shutter Speed?

Este efeito é frequentemente usado em anúncios de carros e motos, onde uma sensação de velocidade e movimento é comunicada ao espetador, borrando intencionalmente as rodas em movimento.

Velocidades lentas do obturador também são usadas para fotografar a Via Láctea ou outros objetos à noite, ou em ambientes escuros com um tripé. Os fotógrafos de paisagens podem usar intencionalmente velocidades do obturador longas para criar uma sensação de movimento em rios e cascatas, enquanto mantêm o resto completamente nítido.

Por outro lado, a velocidade do obturador também pode ser utilizada para fazer exatamente o oposto – congelar o movimento. Se usar uma velocidade do obturador especialmente rápida, poderá eliminar o movimento até mesmo de objetos que se movem rapidamente, como pássaros em voo ou os carros a passar.

Outro exemplo: se usar uma velocidade de obturador rápida enquanto tira fotos de água, cada gota irá ficar suspensa no ar e completamente nítida, o que pode nem ser visível aos nossos próprios olhos.

Todos os resultados fotográficos acima mencionados podem ser obtidos simplesmente controlando a velocidade do obturador. Em suma: as velocidades rápidas do obturador congelam a ação, já as longas criam um efeito de movimento quando fotografa objetos em movimento.

Como se mede o Shutter Speed?

As velocidades do obturador são normalmente medidas em frações de segundo, quando estão abaixo de um segundo. Por exemplo, 1/4 significa um quarto de segundo, enquanto 1/250 significa quatro milissegundos.

A maioria das DSLRs modernas e câmaras mirrorless podem lidar com velocidades de obturador de até 1/4000 de segundo, enquanto algumas conseguem velocidades muito mais rápidas de 1/8000 de segundo ou mais.

Por outro lado, a maior velocidade do obturador disponível na maioria das DSLRs ou Câmaras Mirrorless é normalmente de 30 segundos. Pode usar uma velocidade de obturador mais longa através de disparadores remotos externos, se necessário.

Velocidade do obturador e exposição

Outro efeito importante da velocidade do obturador é a exposição, que está relacionada com o brilho de uma imagem.

Se usar uma velocidade de obturador longa, o sensor da câmara capta muita luz e a foto resultante fica clara. Usando uma velocidade de obturador rápida, o sensor da câmara é exposto apenas a uma pequena fração da luz, resultando numa foto mais escura.

No entanto, a velocidade do obturador não é a única variável que afeta o brilho de uma imagem. Há também abertura e ISO, para além do brilho real da cena à sua frente. Portanto, tem alguma flexibilidade ao decidir a velocidade do obturador, mas é necessário que escolha as outras configurações com cuidado.

A velocidade do obturador pode ser uma ferramenta vital para capturar uma foto com o brilho adequado. Num dia de sol, pode ser necessário usar uma velocidade rápida do obturador para que a sua foto não fique demasiado exposta. Ou, se estiver escuro, uma velocidade de obturador longa pode ser necessária para evitar uma foto muito escura.

Para muitas pessoas, este é o principal motivo para ajustar a velocidade do obturador: garantir que as suas fotos tenham o brilho adequado. Ainda assim, as preocupações com o desfoque de movimento também são muito importantes e não devem ser negligenciadas.

Como definir o Shutter Speed

A maioria das câmaras controla a velocidade do obturador automaticamente por padrão. Quando a câmara é configurada para o modo “Automático”, a velocidade do obturador é selecionada pela câmara sem a sua intervenção (assim como a abertura e ISO). No entanto, ainda pode definir a velocidade do obturador manualmente, se necessário.

  • Ao definir a câmara para o modo “Prioridade do obturador”, pode escolher a velocidade do obturador e a câmara seleciona automaticamente a abertura.
  • Ao definir a câmara para o modo “Manual”, pode escolher a velocidade do obturador e a abertura manualmente.

Em ambos os modos, também pode optar por definir o ISO manualmente ou automaticamente. Na maioria dos casos, recomendamos deixar a câmara selecionar a velocidade correta do obturador. Ainda assim, observe para ter certeza de que não está a introduzir muito desfoque de movimento numa foto.

Como encontrar a velocidade do obturador

Normalmente, é muito fácil encontrar o Shutter Speed. Em câmaras que possuem um painel superior, a velocidade do obturador está normalmente localizada no canto superior esquerdo.

Se a sua câmara não tiver um LCD superior, como algumas DSLRs básicas, pode vê-lo pelo visor, onde verá a velocidade do obturador no lado esquerdo inferior. E se a sua câmera não tem um LCD superior nem um visor, como muitas Câmaras Mirrorless, pode ver a velocidade do obturador simplesmente na tela traseira.

Na maioria das câmaras, a velocidade do obturador não aparece diretamente como uma fração de segundo – normalmente será um número normal. Quando a velocidade do obturador for maior ou igual a um segundo, verá algo como 1 ”ou 5” (com o sinal de aspas para indicar um segundo inteiro).

Se ainda assim não conseguir encontrar a velocidade do obturador, defina a sua câmara para o modo “Prioridade de abertura” e certifique-se de que desligou “ISO AUTO”. De seguida, comece a apontar com a câmara para as áreas escuras e para as claras. O número que muda será a velocidade do obturador.

[sc name=”assina”]