Máquina de lavar roupa Indesit
-

6 sinais de que está na hora de substituir a sua máquina de lavar roupa

Máquina de lavar roupa Indesit

Quando é que chegou a hora H de substituir a máquina de lavar roupa? Nem sempre é fácil perceber se os problemas são solucionáveis com uma simples reparação, ou se o nosso dinheiro será melhor empregue em um eletrodoméstico novo.

Por muito desenrascados que sejamos em reparações caseiras, a máquina de lavar roupa exige, por vezes, técnicos especializados para compor os problemas que surgem. Assim sendo, a maioria de nós não sabe quando a máquina fica nos eixos com essa reparação ou se está realmente a precisar de ser substituída.

Nem sempre é apenas uma questão do dinheiro investido na reparação, uma vez que um arranjo barato pode resultar noutros problemas mais dispendiosos mais tarde. Há alguns sinais inequívocos de que está na hora de substituir a máquina de lavar a roupa. Nós indicamos-lhe 6.

 

[su_dropcap class=”dropcap”]1[/su_dropcap] Barulho a mais

Uma máquina muito barulhenta não é feitio, é defeito! Se parece que tem um avião prestes a levantar voo na sua lavandaria algo não está bem. Antes de mais, verifique que o equipamento está nivelado, uma vez que pode não estar bem assente no local onde foi colocado. Muitos modelos têm pés ajustáveis para esse efeito.

Se não é o caso e continua a fazer muito barulho, há várias coisas que o podem estar a causar. Pode ser o resultado de correias gastas, que é algo fácil e barato de reparar, ou tambor pode estar solto. Ou então podem existir motivos mais sérios, como a transmissão estar efetivamente estragada.

Depois de determinar a causa, tem de avaliar e comparar custos de reparação com os custos de substituição. Nunca se esqueça de que um bom profissional será honesto consigo e aconselhará o melhor a fazer. Não tenha receio de questionar quem sabe.

 

[su_dropcap class=”dropcap”]2[/su_dropcap] Eficiência energética

Outro motivo a ponderar é a eficiência energética. Quanto melhor a classificação energética do seu equipamento, menor será o gasto na conta da luz em cada mês. Ao longo do tempo, os novos modelos que surgem são cada vez mais eficientes, tanto no gasto energético, como no gasto da água.

A quantidade de água é regulada e distribuída de acordo com o tamanho da carga de roupa. Se o seu equipamento não tem essa funcionalidade, irá gastar os mesmos recursos, quer tenha a máquina cheia de roupa, ou apenas meia dúzia de peças. A longo prazo, provavelmente, estará a poupar dinheiro se apostar num modelo mais recente.

 

[su_dropcap class=”dropcap”]3[/su_dropcap] Verte água — onde não é suposto, entenda-se

Se nota que há agua no chão de cada vez que usa a máquina de lavar roupa, então tem um problema. Resta saber se o problema é fácil de reparar ou se é um sinal de que está na altura de comprar uma nova.

Verifique se não está a colocar demasiada carga em cada lavagem, isso pode ser a causa. Equipamentos mais antigos usam a mesma quantidade de água para todas as lavagens, independentemente da quantidade de roupa colocada. Deve averiguar qual a carga máxima que a sua máquina suporta para ter espaço para girar e centrifugar.

Pode ser simplesmente o resultado de um tubo furado. Na parte de trás da sua máquina tem dois tubos: um para a água quente e outro para a água fria, os quais fazem a ligação da máquina à fonte de água, que costuma estar na parede. São materiais que trabalham constantemente sob pressão e têm alguma tendência a romper.

Se for o caso, menos mal: as mangueiras são fáceis para substituir e não representam um grande investimento. É aconselhável mudar ambas ao mesmo tempo. Se, depois de o fazer, o problema persistir, pode mesmo ser um sinal de que está na hora de dizer adeus à máquina de lavar roupa.

Existem muitas outras mangueiras e peças dentro do equipamento que podem estar soltas devido ao movimento natural do aparelho e a precisar de serem apertadas ou substituídas. Se for o próprio tambor da máquina a causa do vazamento de água é muito provável que o custo de reparação não compense.

 

[su_dropcap class=”dropcap”]4[/su_dropcap] Maus odores

De nanda adianta lavarmos cuidadosamente as nossas peças de vestuário se a máquina lhes impinge cheiros desagradáveis. Se o seu equipamento liberta maus odores pode ter mofo no seu interior e estragar a sua roupa. Seja qual for a causa, é melhor substituir a sua máquina de lavar roupa o quanto antes.

 

[su_dropcap class=”dropcap”]5[/su_dropcap] Se não fica no sítio

Máquinas que andam a deambular pela casa — exceto aqueles aspiradores — devem permanecer nos filmes de ficção científica. Apesar de a lavagem exigir uma boa dose de enxaguar, centrifugar e girar a roupa, não é suposto o seu equipamento abanar de tal forma que até sai fora do sítio.

Este pode ser um problema que também se resolve nivelando os pés da máquina. Se isso não resolver, e mesmo que pareça que tudo o resto funciona bem, há definitivamente algo de errado com o aparelho e que pode, mais tarde, dar origem a outros problemas. Já para não falar de que um eletrodoméstico que anda a ‘passear’ irá, mais tarde ou mais cedo, soltar-se das mangueiras que alimentam a água para a máquina.

 

[su_dropcap class=”dropcap”]6[/su_dropcap] Se tem mais do que 10 anos

Atualmente, as máquinas de lavar roupa têm uma expectativa de vida até 11 anos. No entanto, como todos os aparelhos, os problemas vão aparecendo e intensificando à medida que envelhecem. De referir, ainda, que certos modelos deixam de ter peças para substituição a partir de determinada altura.

Se precisa de recorrer a reparações com frequência e o seu aparelho já tem alguma idade, deve questionar-se se não será tempo de o substituir. Acima de tudo, é uma questão de ponderar os custos envolvidos a médio / longo prazo e na possibilidade de a resolução de um problema não impedir o aparecimento de outros no futuro.

Um bom técnico de reparações saberá aconselhá-lo melhor, pelo que não deve ter receio de lhe colocar todas as questões para que possa tomar decisões com conhecimento de causa.

[sc name=”assina”]