6 dicas para ajudar os pais de alunos em ensino remoto

O seu filho está a ter aulas online a partir de casa? Neste ano letivo tão atípico, alguns pais sentem-se um pouco perdidos, sem saber bem como ajudar os miúdos em regime de ensino remoto. Não se preocupe, temos algumas dicas para o orientar e tentar facilitar a sua vida.

Se é um pai que neste momento se está a sentir fora da sua zona de conforto ao assumir (pelo menos parcialmente) o papel de professor do seu filho, não se preocupe: não está sozinho. O distanciamento social e a pandemia de coronavírus abalaram todas as nossas rotinas.

Muitos pais estão a habituar-se ao mundo do ensino remoto, alguns dos quais tendo de manter as suas próprias rotinas laborais de 40 horas semanais em teletrabalho. Assim, num mundo onde as videochamadas, o teletrabalho e as aulas remotas se tornaram o “novo normal”, há que estar preparado.

Para o ajudar a navegar neste novo mundo, reunimos 6 dicas para tornar esta tarefa de educar os filhos um pouco mais fácil. Esperemos que ajude.

 

6 dicas para ensino remoto

[su_dropcap class=”dropcap”]1[/su_dropcap] Crie um ambiente de produtividade

Há pessoas que conseguem concentrar-se em qualquer lugar. Se o seu filho não é um desses sortudos, destine um local de sua casa dedicado ao estudo e nele crie um ambiente que seja ao mesmo tempo confortável e propício à concentração, já que ainda terá que passar aqui algumas horas.

De preferência, deverá destinar uma secretária ou mesa para o efeito, longe de possíveis distrações — como a TV usada pelo resto da família —, com uma cadeira confortável, boa iluminação, computador desktop ou portátil e boa ligação à Internet. Um headset também poderá ser muito útil para abafar sons que possam desconcentrar e o microfone integrado serve para comunicações claras durante videoconferências ou aulas online.

Alguns periféricos para PCs portáteis são muito convenientes e podem mesmo contribuir para o aumento da produtividade, pelo que poderá ponderar em adquiri-los.

[su_dropcap class=”dropcap”]2[/su_dropcap] Garanta boa ligação à Internet

Caso tenha mais do que um filho a estudar a partir de casa e ainda outro membro da família em teletrabalho, pode estar a forçar a sua ligação da Internet, o que resulta em falhas na rede. Uma vez que dependemos desta ligação para trabalhar e estudar, há que garantir que não falha. Já para não falar de que se for rápida será mais agradável para todos e poupar-lhe dores de cabeça. Até porque videochamadas e aulas online são tarefas particularmente exigentes.

Evite os elementos que pode esta a causa uma fraca ligação de wi-fi em sua casa, como superfícies e móveis de metal, microondas, monitores de bebé, entre outros.

Se a casa for muito grande ou tiver um layout pouco friendly para a wi-fi, poderá precisar de uma ajuda. Há vários artigos que contribuem para o aumento da rede, como um repetidor de rede, uma powerline ou um sistema mesh.

[su_dropcap class=”dropcap”]3[/su_dropcap] Conheça as ferramentas virtuais de aprendizagem

Plataformas como Google Classroom, Schoology e Edmodo são opções possíveis para os professores permanecerem envolvidos na aprendizagem e no desenvolvimento dos seus filhos. Já as conhece?

Google Classroom: nesta plataforma, o seu filho pode ter acesso a aulas, anúncios importantes e tarefas dadas pelo professor. Aceda ao Google Classroom através de uma conta pessoal Google ou de uma conta escolar, se existir.

Schoology: esta é uma ferramenta que o professor do seu filho pode utilizar para mantê-los envolvidos na aprendizagem, mesmo que não estejam numa sala de aula física. Schoology também oferece muitos recursos para ajudar a mantê-lo a si, como responsável de educação, informado sobre a próxima data de entrega dos trabalhos e receber feedback dos professores.

Edmodo: outra plataforma virtual de aprendizagem para professores com atividades de sala de aula virtuais integradas. Os professores podem enviar mensagens aos seus alunos e, ao mesmo tempo, mantê-lo a si, pai, atualizado com notas em tempo real e feedback sobre o desempenho dos alunos.

[su_dropcap class=”dropcap”]4[/su_dropcap] Mantenha as passwords organizadas

Com todas as diferentes plataformas, programas e sites que o seu filho precisará de aceder durante o ensino remoto, há muitos nomes de utilizador e palavras-passe para lembrar — especialmente se tiver mais do que um filho. Será que eles se conseguirão lembrar de tudo? Com um gestor de senhas não será necessário puxar muito pela memória.

Pode usar o LastPass, por exemplo. Este programa oferece uma versão gratuita (e também uma versão premium paga com mais recursos) que permite armazenar informações de login e passwords em qualquer um dos seus dispositivos.

Também pode optar por guardar as suas palavra-passe no próprio browser, desde que use sempre o mesmo — como o Lockwise do Firefox, ou o Autofill de Passwords do Google Chrome.

[su_dropcap class=”dropcap”]5[/su_dropcap] Tenha em casa os equipamentos necessários

Alguns gadgets revelam-se muito úteis nestes tempos que correm de ensino remoto. Mesmo que um computador seja a principal ferramenta dos jovens no próximo ano letivo, caso fiquem em regime de telescola ou aulas online alguns professores vão pedir que imprimam as lições e trabalhos de casa. Assim, convém ter uma impressiona que funcione bem.

Mesmo que não se verifique ter de ficar em casa, uma vez que os serviços estão limitados, incluindo os de secretaria, ter uma boa impressora em casa nestas circunstâncias vai evitar-lhe muitas dores de cabeça.

Nem todos os portáteis dispõem de câmara integrada, o que pode dificultar as videochamadas. Sempre que for o caso, recomendamos que adquira uma webcam.

Estes são apenas alguns exemplos de equipamentos que podem ser muito úteis nestas circunstâncias.

[su_dropcap class=”dropcap”]6[/su_dropcap] Aproveitar o tempo livre também é importante

Depois de terminar um dia de aulas e de trabalhos escolares, também é bom aproveitar o tempo livre que tem com o seu filho de forma educativa. Assim, enquanto se divertem também aprendem — é possível que também aprenda algo —, sem sair de casa.

O canal de Youtube “360portugal” tem várias fotografias, vídeos aéreos e visitas virtuais 360º de Portugal. Desde Aveiro a Sistelo, há muito para ver.

Pode optar por uma sessão de cinema em casa. Para criar uma autêntica sala de cinema em casa, precisará de uma televisão à maneira, com boa qualidade no ecrã (por exemplo, 4K) e, se possível, de grande dimensão. Caso possua um vídeo projetor tanto melhor, dado que amplia a imagem e pode assemelhar-se ao ecrã típico do cinema.

Já ouviu falar do conceito dos Escape Rooms? Também já se adaptaram a esta nova realidade e agora é possível jogar a partir de um computador, estimulando o cérebro dos mais novos! Algumas sugestões divertidas e didáticas para realizar com as crianças são, por exemplo, o Unlock Disney World!.

[sc name=”assina”]