Uma cozinha FLAMA
-

5 truques na cozinha para enfrentar os exames

Uma cozinha FLAMA

Os exames são uma batalha que se trava dentro e fora da sala de aula. Cozinhar pode tornar-se um obstáculo quando a concentração tem de estar toda nos livros. Com estes cinco truques irá preparar refeições saudáveis, saborosas e adequadas ao esforço mental destas alturas. Tudo isto num piscar de olhos.

Cá está. Meses e meses de estudo que culminam na hora de provar que tudo valeu a pena: os exames. Para além de ser uma época particularmente stressante, a paciência para cozinhar — que não costuma ser muita entre os estudantes — é ainda mais reduzida.

No entanto, é uma tarefa que não deve ser descuidada: a comida pode mesmo tornar-nos mais espertos! Até certo ponto, claro…

Estudos comprovam que quem consome mais alimentos probióticos é mais resistente ao stress e tem menos ansiedade. Também quem inclui na sua dieta alimentar mais frutas e vegetais tem menor risco de depressão do que quem consome mais alimentos processados. Refeições saudáveis compensam.

Ou seja, apostar em ingredientes de alta qualidade nas refeições durante a época de exames pode fazer toda a diferença a nível de bem-estar emocional e físico, bem como ver benefícios no que se refere à memória e a níveis de stress. Como fazer isso com a rapidez e desenvoltura que a época exige? Com os 5 truques que lhe vamos propor, pois claro.

 

[su_dropcap class=”dropcap”]1[/su_dropcap] Originalidade culinária: precisa-se

Toda a gente sabe os snacks fáceis a que os estudantes recorrem com frequência: massa com atum, massa com massa, arroz com bife da carne que estiver em promoção no momento, leite com cereais como jantar, entre outras criatividades gastronómicas.

Tudo soluções que podem parecer excelentes no momento, mas que estão carregadas de hidratos de carbono, sal, óleo e calorias a mais. E se lhe dissermos que há alternativas com baixo teor de gordura, poucas calorias e mais saudáveis em geral? Não dá mais trabalho, calma!

O próximo prato de massa pode incluir carne picada vegetariana, que tem menos gordura, menos calorias e o mesmo sabor delicioso. Em alternativa, há os pedaços de frango vegetariano, que podem ser fritados ou levados ao microondas para poupar ainda mais tempo. Sabia que há nuggets de frango vegetariano? Não sabe se gosta até provar.

 

[su_dropcap class=”dropcap”]2[/su_dropcap] Batatas fritas: um prazer sem óleo

Batatas fritas: um agregado de óleo, sal e gorduras saturadas. Mas também de um sabor delicioso. Não, não lhe vamos dizer que tem de abdicar de um dos snacks mais populares, mas vamos sugerir que altere a forma como o confeciona.

As fritadeiras sem óleo usam a circulação de ar quente para cozinhar as batatas de forma rápida e uniforme. São fáceis de limpar e fazem as refeições tão deliciosas como qualquer restaurante. Não será uma opção muito melhor?

 

[su_dropcap class=”dropcap”]3[/su_dropcap] Arroz integral à farta

É aquele arroz castanho que vê nas prateleiras do supermercado, mas no qual pouca gente aposta. Vitaminas, minerais, antioxidantes e fibras: são alguns dos muitos benefícios saudáveis que irá encontrar neste ingrediente.

Já para não falar de que combina com praticamente tudo: frango grelhado, peixe, os tais bifes da carne que está em promoção. É um bom complemento aos restos que estão em tupperwares no frigorífico com os quais não sabemos bem o que fazer.

A maioria das panelas elétricas são especialistas na arte de fazer arroz. Mantêm o prato quente até 12 horas. Desta forma, pode preparar à hora do almoço em quantidade suficiente que segue para o jantar, sem precisar de se preocupar em reaquecer a comida. O combustível perfeito para aquela última hora de revisão da matéria para os exames.

 

[su_dropcap class=”dropcap”]4[/su_dropcap] Dieta líquida

Tudo — vá, quase tudo — pode ser triturado, liquidificado, espremido, moído e misturado. Mais fácil do que ingerir um batido não há. Eis algumas dicas.

Para o pequeno-almoço: banana, manga, mirtilos, morangos, iogurte grego, um punhado de aveia e uma caneca de leite. Tudo dentro da liquidificadora e já está, um smoothie para a primeira e mais importante refeição do dia, com a dose de vitaminas que um estudante precisa para olear as engrenagens cerebrais.

Para o almoço: 4 tomates grandes, uma cebola pequena, meio pimento vermelho, um par de dentes de alho, um pedaço de gengibre, manjericão, orégãos, sumo de limão e um pouco de farinha. Et voilá, um prato cheio de antioxidantes sobre a forma de sopa de tomate. Muito cérebro-friendly.

Para o jantar: ovos e mais ovos. É só batê-los, colocar numa frigideira com um pouco de espinafre, cogumelos, batatas fatiadas e tomates cereja. Fritar até ter uma deliciosa frittata com todas as Vitaminas B6 e B12 necessárias para a reposição de energias durante a noite.

 

[su_dropcap class=”dropcap”]5[/su_dropcap] Os robots que fazem o trabalho por si

As panelas slow cooker são sempre um aliado na tarefa de cozinhar. Para um estudante, então, pode mesmo tornar-se o braço direito. Fazem de tudo um pouco: cortar, esmagar, misturar, liquidificar, cozinhar, fritar e a lista continua. Deixe o robot a trabalhar por si enquanto estuda um pouco mais.

Esqueça o mexer, revirar e toda a atenção que tem de dedicar às panelas. Com este equipamento pode simplesmente deitar tudo lá para dentro, apertar um botão e ir à sua vida, para regressar mais tarde e encontrar à sua espera uma refeição pronta a ser consumida.

 

Uma última dica (mas, depois, de volta aos livros!)

Se por esta altura ainda está a ler este artigo em vez de estudar, é porque está à espera de uma última dica milagrosa. Milagres não temos, mas grelhadores redutores de fumo sim. Tal como o nome indica, este equipamento reduz a quantidade de fumo durante a confeção dos alimentos e é ideal para uns grelhados dentro de casa.

A sua superfície fácil de limpar é a forma de ter um eletrodoméstico que não só lhe facilita a tarefa de confecionar refeições sem a chatice que é levar com o fumo, como ainda é fácil de usar e guardar mais tarde. Assim, terá mais tempo precioso para ler os artigos da RP Tech… Perdão, para rever a matéria que falta.

Depois deste artigo será ainda mais difícil justificar aquela má nota nos exames. Para isso, já não temos nenhum truque.

[sc name=”assina”]